Campinas, SP

De trem pela história do Brasil

Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, Ferrovia Campinas-Jaguariúna

patrimônio histórico

A experiência única

Viajar no tempo e voltar ao final do século 19 para reviver o ciclo do café no Brasil em um passeio de trem pela histórica ferrovia Campinas-Jaguariúna, no interior de São Paulo.

O destino

Na Estações Anhumas, em Campinas, famílias com crianças, casais e grupos de amigos lotam a plataforma ansiosos para garantir lugar na janela de uma maria-fumaça restaurada pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária. O ponto final do passeio, 25 quilômetros depois, é a Estação de Jaguariúna, município vizinho, mas o caminho até lá revela detalhes sobre o ciclo do café no Brasil.

Voluntários munidos de microfones contam a história da paisagem que passa em frames lentos pela janela. De um lado, continua de pé o casarão de uma das grandes propriedades de café do século 19, ladeado por palmeiras imperiais. No auge da produção, foram os barões que financiaram a ferrovia para que os grãos fossem levados até o porto de Santos. Ao longo do trajeto, o visitante ainda se surpreende com as paradas nas estações, que preservam ladrilhos, lustres e móveis da época.

Já na Estação de Jaguariúna, ponto de chegada, o antigo prédio revitalizado abriga restaurantes e bares com música ao vivo, além do museu ferroviário. Depois do almoço, ainda há tempo para uma volta pela feirinha de artesanato antes que o trem apite novamente, anunciando a volta a Campinas.

Está neste Guia por que

– Um grupo de voluntários reunidos em uma associação contribui para a conservação de um patrimônio histórico e cultural brasileiro

– A ferrovia já recebeu cerca de 50 mil alunos de escolas públicas e privadas da região que realizam atividades de estudo do meio, o que contribui para a formação de cidadãos mais críticos em relação à história do país e à preservação do patrimônio

Garupa

Tem um projeto de turismo sustentável? Quer tirá-lo do papel?

Envie sua ideia