Belém, PA

Do cacau ao chocolate

Ilha do Combu

roteiro programado

A experiência única

Navegar pela imensidão do Rio Guamá, saber mais sobre a vida dos ribeirinhos, acompanhar o passo a passo da produção artesanal do chocolate orgânico e, claro, experimentar essa delícia.

O destino

No trajeto até a Ilha do Combu, outra Belém se abre aos olhos dos turistas: a flora super variada, o cantar dos pássaros, os pescadores nos barcos e as várias comunidades vivendo à beira do imenso Rio Guamá.

Ao chegar em terra firme, é a família de Dona Nena que recebe os visitantes e conta mais sobre essa rotina e a cultura dos povos ribeirinhos. Eles também os conduzem a uma caminhada para contemplar espécies nativas, como a castanheira, a samaúma e o cacau.

Dona Nena cultiva cacau e a partir dele produz chocolate de forma artesanal, utilizando uma receita desenvolvida na região. Orgânico e 100% cacau, a iguaria ganhou fama no Brasil todo — além de Thiago Castanho, chef do Remanso do Bosque, em Belém, Alex Atala também usa o chocolate em seus restaurantes de São Paulo.

Depois de acompanhar o passo a passo dessa produção, que envolve vários moradores da comunidade, os visitantes conhecem mais da ilha e participam de um lanche regional, para ter a chance de provar outros sabores típicos dali.

Está neste Guia por que

– O passeio foi criado pela Estação Gabiraba, operadora que atua com comunidades amazônicas no desenvolvimento de roteiros de base comunitária, que valorizam as tradições e o modo de vida local.

– Valoriza o patrimônio cultural e natural dos povos amazônicos e a capacidade empreendedora das famílias, que recebem e conduzem os turistas no passeio.

– Promove o comércio justo e solidário.

Garupa

Tem um projeto de turismo sustentável? Quer tirá-lo do papel?

Envie sua ideia